SejaTech e FaleTech

O que é Telemedicina?

Telemedicina é o uso de tecnologia de telecomunicações e informação para fornecer cuidados de saúde clínicos à distância. Ele tem sido usado para superar barreiras de distância e melhorar o acesso a serviços médicos que, muitas vezes, não estariam disponíveis consistentemente em comunidades rurais distantes. Também é usado para salvar vidas em situações críticas e de emergência.

Aplicações Práticas da Telemedicina Moderna

Muitas pessoas ficam surpresas ao saber que a telemedicina existe em algum formato desde a época da invenção do telefone. Médicos em um local consultaram outras pessoas distantes. Um dos primeiros usos da transmissão de dados pelo telefone foi o compartilhamento de imagens de diagnóstico. A NASA até usou telemedicina durante os primeiros vôos espaciais tripulados. Hoje, a telemedicina evoluiu para se tornar uma parte normal da forma como os cuidados de saúde são prestados nos Estados Unidos. Ele tem uma variedade notavelmente ampla de usos, alguns óbvios e outros menos. Aqui estão 16 dos mais comuns.

1 – Visitas de acompanhamento remotas
Permitir que os pacientes agendem uma visita de acompanhamento por meio de vídeo aumenta a adesão às recomendações das consultas de cuidados pós-operatórios e facilita o trabalho dos pacientes e das práticas. Como bônus adicional, os acompanhamentos de vídeo reduzem os cancelamentos e as não comparências de última hora, melhorando a eficiência e a lucratividade das práticas.

2 – Práticas mais flexíveis
Os dias das nove às cinco estão em grande parte atrás de nós, agora vivemos em um mundo sempre ativo, 24 × 7, onde os consumidores esperam obter o que precisam praticamente sob demanda. A telemedicina oferece às práticas a opção de oferecer horas prolongadas ou de fim de semana sem a despesa de manter o escritório aberto. Também torna as práticas mais atraentes para o crescente número de pacientes que insistem na telemedicina como uma opção do médico de atenção primária.

3 – Cuidado eficaz contra doenças crônicas
Estima-se que quase metade da população dos EUA, 164 milhões de pessoas, será afetada por doenças crônicas até 2025. Pessoas com condições crônicas são responsáveis por 81% das internações hospitalares; 91% de todas as prescrições preenchidas; e 76% de todas as consultas médicas. Isso representa um grande desafio para o sistema de saúde dos EUA. Telessaúde é uma maneira econômica e conveniente de ajudar pacientes com condições crônicas a controlar sua doença, a permanecerem engajados em seus próprios cuidados e a evitar que os problemas se agravem.

4 – Cuidados após uma hospitalização
O cuidado pós-hospitalização é essencial para reduzir as readmissões caras e desestimulantes. Estudos demonstraram que as visitas remotas após uma admissão são uma forma eficaz de manter os pacientes fora do hospital. De fato, um programa para pacientes com insuficiência cardíaca congestiva reduziu as readmissões hospitalares em 30 dias em 73% e as readmissões em seis meses em 50%.

5 – Cuidados Hiper-especializados
Como as visitas em vídeo quebram as barreiras geográficas, os pacientes que precisam ver um provedor com conhecimento muito específico de uma condição específica podem fazê-lo sem a necessidade de percorrer grandes distâncias. A experiência e a experiência de cada especialista podem ser utilizadas da forma mais eficaz.

6 – Medicina baseada em equipe
Às vezes, a saúde é um esporte de equipe, com médicos primários e especializados trabalhando juntos para garantir o melhor resultado de saúde para o paciente. A telemedicina torna isso mais fácil, dando a todos os provedores a capacidade de consultar o paciente e uns aos outros por meio de uma conexão remota segura.

7 – Segunda opinião virtual
Há muitas boas razões para os pacientes procurarem uma segunda opinião sobre um diagnóstico ou plano de tratamento. A opção de fazê-lo remotamente elimina o incômodo e ajuda os pacientes a se sentirem confiantes de que estão recebendo o melhor tratamento possível.

8 – Práticas de medicina funcional e alternativa
O tratamento alternativo e funcional da medicina pode vir com altos custos fora do bolso para os pacientes. As visitas de vídeo podem ajudar a reduzir alguns dos custos associados ao deslocamento, tempo perdido no trabalho, cuidados com a criança e outras despesas relacionadas.

9 – Serviços de saúde mental
A telemedicina é uma ótima opção para o tratamento de condições de saúde mental. Estudos validaram sua eficácia no tratamento da depressão e do transtorno do estresse pós-traumático-TEPT. Ele remove algumas das barreiras que impedem as pessoas de obter esse tipo importante de assistência médica.

10 – Apoio ao estilo de vida
A perda de peso e a cessação do tabagismo são cruciais para reduzir a incidência de doenças cardíacas, CPOD, diabetes tipo 2 e uma longa lista de outros problemas. A telemedicina pode ser um trunfo importante na conexão de provedores com pacientes para garantir que eles recebam o apoio de que precisam para obter uma mudança de estilo de vida a longo prazo.

11 – Uso mais eficiente do pessoal administrativo clínico e administrativo
Os benefícios da telemedicina para provedores e pacientes são bastante óbvios, mas também trazem grandes vantagens para as equipes de consultórios médicos . O peso reduzido do check-in do paciente e o tratamento de uma sala de espera completa permitem que a equipe clínica e administrativa se concentre em outras atividades de alto valor.

12 – Recuperação após desastre natural
No rescaldo de um desastre natural, como um evento climático grave, pode haver obstáculos que impeçam as pessoas de entrar no consultório para os cuidados necessários. Com recursos de visita remota, os provedores podem cuidar de seus próprios pacientes e, possivelmente, ajudar outras práticas afetadas.

13 – Cuidado do idoso
A telemedicina será um fator importante na prestação de cuidados ao nosso rápido envelhecimento da população. Já foi provado que ajuda a manter as pessoas que vivem em instalações de vida assistida fora do hospital, fazendo médicos de plantão disponíveis durante a noite e no fim de semana.

14 – Atendimento escolar
Quando as crianças adoecem na escola , elas podem visitar uma enfermeira da escola ou ser pego por seus pais e levadas para um centro de atendimento de urgência. Isso é perturbador e potencialmente desnecessário. Alguns distritos inovadores se uniram aos médicos para realizar visitas em vídeo da escola. O provedor pode determinar que intervenção é necessária e fornecer instruções ou garantia aos pais.

Esses casos de uso representam apenas uma pequena fração das maneiras pelas quais a tecnologia de telemedicina pode ser usada para estender o atendimento aos pacientes de maneira econômica e conveniente. À medida que a abordagem se torna mais comum, temos certeza de que aplicativos ainda mais inovadores serão aproveitados para melhorar os resultados de saúde, reduzir os custos e garantir que cada paciente receba o atendimento de alta qualidade que merece.

Fonte: Chiron Health, Lauren Cranford – Aplicações Práticas da Telemedicina Moderna (https://chironhealth.com)

Deixe uma resposta